Minha lista de blogs

segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Você confia em Deus?



  “Isto te será por sinal: este ano se comerá o que espontaneamente nascer e no segundo ano o que daí proceder; no terceiro ano, porém, semeai e colhei, plantai vinhas e comei os seus frutos” Isaías 37:30


Se o nosso sustento fosse do trabalho da terra, da agricultura, será que confiaríamos na promessa do Senhor de que não poderíamos semear, tendo que comer somente aquilo que viesse a nascer espontaneamente das plantações anteriores durante dois anos e só no terceiro voltar a semear e colher os frutos? Foi um exercício de Fé, porém, o povo semeou com lágrimas e voltou com alegria trazendo os seus feixes.

Hoje quero compartilhar algo muito importante para nós e que tem sido a causa do fracasso e destruição de muitos lares. As pessoas estão buscando socorro em lugares totalmente  desaprovados por Deus, estão buscando soluções para seus problemas e executando planos que não procedem de Deus porque não conseguem “confiar” nele.
Vemos na história da vida do Rei Ezequias que ele confiou em Deus de maneira que não houve seu semelhante entre os reis de Judá (2Rs 18:5-7) porém ele foi testado exatamente neste ponto quando Senaqueribe  Rei da Assíria afrontou a ele e ao Senhor. Será que Ezequias passou no teste?

ESTRATÉGIAS DO NOSSO INIGMO

1 - Rabsaqué (O Comandante de Campo) afronta Ezequias e ao Senhor – Is 36:4-7,9,15 “Rabsaqué lhes disse: Dizei a Ezequias: Assim diz o sumo rei, o rei da Assíria: Que confiança é essa em que te estribas? Bem posso dizer-te que teu conselho e poder para guerra não passam de vãs palavras; em quem, pois, agora confias, para que te rebeles contra mim? Confias no Egito, esse bordão de cana esmagada, o qual, se alguém nele apoiar-se, lhe entrará pela mão e a traspassará; assim é Faraó, rei do Egito, para com todos os que nele confiam. Mas, se me dizes: Confiamos no SENHOR, nosso Deus, não é esse aquele cujos altos e altares Ezequias removeu e disse a Judá e a Jerusalém: Perante este altar adorareis?
Como, pois, se não podes afugentar um só capitão dos menores dos servos do meu senhor, confias no Egito por causa dos carros e cavaleiros?
 Nem tampouco Ezequias vos faça confiar no Senhor, dizendo: O SENHOR certamente nos livrará, e esta cidade não vos será entregue nas mãos do rei da Assíria”.

Nesta passagem podemos observar que a palavra-chave é “CONFIANÇA”, usada sete vezes. Quando o comandante do rei da Assíria confrontou Ezequias ele já tinha conhecimento de que o rei havia buscado ajuda no Egito e tentou de várias formas acabar com a confiança do povo em seu rei. Infelizmente neste momento Ezequias mostrou não ter confiado nas promessas do Senhor para vencer a batalha contra o rei da Assíria, embora, depois ele tenha se humilhado e orado a Deus, o Senhor o livrou.
A estratégia do nosso inimigo é essa, dizer que já estamos derrotados. Ele vai nos afrontar o tempo todo para testar nossa fé e revelar em quem nós temos confiado. Ele vai falar na sua língua, pois ele é perito nos seus pontos fracos para te atemorizar.

 “Clamaram os servos em alta voz em judaico contra o povo de Jerusalém, que estava sobre o muro, para os atemorizar e os perturbar, para tomarem a cidade” (2 Cr 32:18).
Os oficiais da assíria queriam que o povo do alto do muro ouvisse o que se passava, pois desejavam assustá-los, eles se recusaram a falar em aramaico, a língua comum da época, preferindo falar em judaico (hebraico).

2 - Rabsaqué (O Comandante de Campo) oferece um lar confortável na Assíria – Is 36:16-17
“Não deis ouvido a Ezequias; porque assim diz o rei da Assíria: Fazei as pazes comigo e vinde para mim; e comei, cada um da sua própria vide e da sua própria figueira, e bebei, cada um da água da sua própria cisterna; até que eu venha e vos leve para uma terra como a vossa, terra de cereal de vinho, terra de pão e de vinhas”.

Agora vemos como Satanás tem destruído muitos lares. Ele tem oferecido outro lar “confortável”, tentando fazer as pazes para pararmos de lutar e vivermos em sua terra, fazendo a sua vontade. Quando a família se rende a ele, ela começar a caminhar para a sepultura sem perceber, pois ele é o pai da mentira (Jo 8:44), e tem enganado muitas pessoas que estão caminhando para o abismo, porque preferem confiar na sua “FALSA PAZ”, no comodismo, e estão buscando ajuda nele muitas vezes sem saber.

NOSSA AÇÃO

1 - Onde você tem buscado ajuda? Is 30:1-3 “Ai dos filhos rebeldes, diz o SENHOR, que executam planos que não procedem de mim e fazem aliança sem a minha aprovação, para acrescentarem pecado sobre pecado! Que descem ao Egito sem me consultar, buscando refúgio em Faraó e abrigo, à sombra do Egito! Mas o refúgio de Faraó se vos tornará em vergonha, e o abrigo na sombra do Egito, em confusão”.

Cuidado! Se você tem buscado socorro em lugares em que Deus não está presente, ou tem feito algo que Deus não aprova você está entrando no buraco, e depois vai ser preciso muita ajuda de Deus para sair dele. Muitas pessoas estão achando mais fácil ouvir os conselhos do Diabo, quando se divorciam para se juntarem a outra pessoa, quando roubam dinheiro, quando consultam necromantes, trabalham com ocultismo e etc., e tudo isso para conseguirem vencer suas lutas.

2 - Deus quer te ajudar – Is 41:13 “Porque eu, o SENHOR, teu Deus, te tomo pela tua mão direita e te digo: Não temas, que eu te ajudo”.

Porque buscamos ajuda em outros lugares se o nosso Deus disse que vai nos ajudar? Deus tem o melhor para nossa vida. Ele quer te ajudar a sair do buraco de onde você está. Então confie na sua mão poderosa e não tenha medo de lutar com Ele. Porque só através do nosso Senhor poderemos vencer qualquer luta. Sem Ele não podemos fazer nada.

3 - Confie no Deus da provisão – Sl 126:5-6 “Os que com lágrima semeiam com júbilo ceifarão. Quem sai andando e chorando, enquanto semeia, voltará com júbilo trazendo os seus feixes”.

Alguns estudiosos das Escrituras acreditam que o Salmo 126 foi escrito para comemorar o livramento de Jerusalém do exército Assírio, pois ele se encaixa com o eventos descritos em Isaias 36 e 37, mais específico em Isaías 37:30 referente a promessa da colheita.
O povo não passou fome, mesmo com todo o estrago feito pelo exército assírio em suas lavouras e propriedades, as famílias teriam que comer o que nascesse espontaneamente de plantações anteriores, o que seria um exercício de fé. Também teriam que reparar suas lavouras e propriedades. Tudo voltaria a ser como era antes.
É hora de confiar em Deus, pois só ele pode suprir nossas necessidades.


“Confie nos conselhos do Senhor, na sua PALAVRA, viva os seus preceitos. Só Jesus pode te ajudar, basta você a Ele se entregar”

Nenhum comentário:

Postar um comentário